Rotary Club da Maia
Club # 26 327 | Dist 1970 de
Rotary International

 Rotary | Club de Serviços

A 23 de Fevereiro de 1905, Paul P. Harris advogado em Chicago fundou o primeiro clube de prestação de serviços do mundo – o Rotary Club de Chicago. A ideia era juntar um grupo de profissionais que partilhassem o mesmo espírito de amizade comum em cidades pequenas tais como aquelas a que estava habituado na sua juventude.

O nome Rotary deriva do sistema inicial de reuniões que seguiam um esquema rotativo que alternava em localização entre os escritórios dos membros integrantes do grupo.

Em 1921, o Rotary contava já com clubes nos seis continentes e um ano mais tarde adoptou o nome Rotary International. Pelo ano de 1925, existiam já cerca de 200 Rotary Clubs integrados por mais de 20.000 rotários entre os quais personalidades tais como o escritor Thomas Mann, o diplomata Carlos P. Rómulo, o humanitário Albert Schweitzer e o compositor Jean Sibelius.

Em 1942, em preparação para o pós-guerra, Rotary realizou uma conferência para promover intercâmbios internacionais de âmbito educacional e cultural, a qual inspirou a fundação da Unesco.

São poucos os que deixam de reconhecer o trabalho realizado pelos Rotary Clubs em todo o mundo livre, declarou certa vez o ex-primeiro-ministro da Grã-Bretanha, Winston Churchill.

Com a proximidade do século XXI, Rotary dedicou-se a atender às necessidades de uma sociedade em constante mudança, expandindo seus serviços de modo a focar tópicos de alta importância como a degradação do meio ambiente, analfabetismo, fome e crianças em situação de risco.

Actualmente, mais de1,2 milhões de rotários integram cerca de 32.000 Rotary Clubs em mais de 200 países e áreas geográficas liderando projectos de incontestável importância internacional tal como o PólioPlus descrito pelo ex-secretário geral das Nações Unidas, Kofi Annan, como um exemplo maravilhoso das conquistas alcançadas graças à cooperação entre a Organização das Nações Unidas e organizações não-governamentais.

Este é um projecto exemplar que se baseia numa campanha global para erradicação da póliomielite cujas contribuições do Rotary rondam já os US$650 milhões e apresenta como resultado mais de 2 mil milhões de crianças salvas da morte prematura, ou deficiência física permanente, através de vacinação oral desde 1985.

A actuação de um clube Rotary tem cinco vertentes essenciais, corporizadas nas cinco avenidas de serviços (comissões) existentes em todos os clubes:

Os Serviços à Comunidade são responsáveis pelos projectos de acção social à comunidade em que se insere;

Os Serviços Internos que fomentam o companheirismo, a coesão interna do clube e a manutenção dos quadros sociais pela integração de novos membros;

Os Serviços Internacionais que gerem as relações com outros clubes e entidades a nível internacional para efeitos de programas de intercâmbio, voluntariado e projectos conjuntos diversos;

Os Serviços Profissionais que fomentam a formação de líderes a nível profissional, estabelece contactos com empresas e serve de intermediário entre quem quer ajudar e que precisa dessa ajuda.

Finalmente, Os Serviços às Novas Gerações reconhecem que as actividades para desenvolvimento da capacidade de liderança, projectos humanitários e programas de intercâmbio contribuem para que os jovens realizem mudanças positivas no mundo.

Rotary é assim uma oportunidade de fazer a diferença e marcar uma posição no mundo – acompanhado de uma experiência pessoal e profissional que desenvolve, inquestionavelmente, aqueles que “dão de si antes de pensar em si.”